Arena das Dunas

Frame Left

A Arena das Dunas, na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, já vem sendo considerada uma das mais belas arenas do torneio. Com entrega prevista para dezembro de 2013, a nova Arena, que tomou o lugar do antigo “Machadão”, consumirá recursos da ordem de R$ 413 milhões para a obra.

A OAS Arenas é a empresa responsável por mais esse importante projeto, cujo grande desafio encontra-se na destinação da obra, após a disputa pelo Hexa.

LOCAL Natal (RN)
CAPACIDADE 42.000 durante a Copa do Mundo (31.375 após a Copa)
ESTACIONAMENTO 2.617 vagas
INFRAESTRUTURA 40 camarotes, 2 mega-telões digitais, 2 vestiários, área de aquecimento, centro de imprensa, sala de conferência, controle de segurança com sistema de monitoramento de vídeo, sistema de sonorização, sistema de bilhetagem, 29 concessões de alimentos e bebida, arena indoor para pequenos shows de 3.000 a 4.000 pessoas, 22.000 m2 de área externa para realização de feiras de carro, eventos de esporte radical, volley de Praia, escritórios / áreas comerciais, mídia center / sala de conferência-auditório para 250 pessoas com cabine de som e tradução simultânea, 21 entradas para o público com controles de acesso, 06 elevadores, sanitários normais e para portadores de necessidades especiais, modernos conceitos de acessibilidade (estacionamento, assentos, rampas, banheiros e elevadores para portadores de necessidades especiais).
CONSTRUÇÃO de agosto de 2011 a dezembro de 2013
CUSTO R$ 423 milhões
PROPRIETÁRIO Governo do Estado do Rio Grande do Norte
ADMINISTRADOR Arena das Dunas Concessão e Eventos S/A
ARQUITETURA Projeto básico – Populous Architects
Projeto executivo – Grupo Stadia

Legado de criatividade

Mais do que um estádio para receber os jogos de grandes campeonatos mundiais, como os de 2014, a Arena das Dunas desempenhará papel extremamente relevante para a cidade de Natal: irá se transformar em um importante legado para o Estado por sua característica multifuncional, que permitirá receber diferentes tipos de manifestações sociais, culturais, esportivas, de entretenimento, lazer e negócios.

A capital do Rio Grande do Norte é reconhecida por suas belas praias que atraem turistas de todo o mundo. Sua localização é privilegiada: esquina da América do Sul é um dos pontos brasileiros mais próximos da Europa e da África. Apenas estes aspectos já revelam que o município é um espaço ideal para a realização de grandes eventos e, por isso, a cidade foi escolhida como uma das sedes dos jogos para a Copa do Mundo de 2014. Durante o mundial de futebol, a Arena das Dunas – estádio que está sendo construído pelo consórcio OAS Coesa – será o templo da bola na Terra do Sol. Mas, após os jogos, a Arena será muito mais do que um estádio.

O espaço foi concebido de modo a se tornar um empreendimento multiúso com capacidade para receber desde workshops a grandes shows nacionais e internacionais. Para 2014, a Arena das Dunas estará pronta para receber 42 mil espectadores com uma infraestrutura que oferece conforto e segurança. Dois placares eletrônicos, sistema de sonorização em todo o estádio, bilhetagem moderna e prática, estacionamento com vagas internas e externas, 29 áreas para concessão de venda de alimentos e bebidas, espaço VIP com assentos exclusivos, lounges de hospitalidade, vestiários e centro de mídia e TV, são alguns dos equipamentos que estarão instalados no futuro estádio.

Atualmente, a obra segue em ritmo acelerado, cumprindo todos os prazos e adiantando as etapas de trabalho. E a previsão de conclusão dos serviços é dezembro de 2013. A expectativa é que até, no pico dos trabalhos, 1.500 pessoas estejam empregadas na construção da Arena das Dunas. Além da geração de emprego, o estádio é sinônimo de responsabilidade social, corporativa e ambiental graças aos projetos internos que funcionam no canteiro de obras.

Clique nas esferas para conhecer todas as etapas do projeto.